Em vídeo experimento, 99 destaca que cidades não foram pensadas para mulheres

Em vídeo experimento, 99 destaca que cidades não foram pensadas para mulheres

Ação criada pela agência CP+B Brasil destaca importância de traduzir em ambientes públicos o pertencimento de todos e de todas

A 99 lança nesta sexta-feira (05), o vídeo manifesto da sua campanha “Por Cidades Mais Femininas”. Criada pela agência CP+B Brasil, o objetivo da iniciativa é mostrar e inspirar a sociedade sobre a importância de tornar as cidades brasileiras mais femininas, estimulando o debate sobre a necessidade de transformá-las em ambientes inclusivos, seguros e com estrutura que garanta a quem nela vive o direito à mobilidade, à liberdade e à oportunidade de ocupar o espaço público sem opressão ou obstáculos. 

Esta é a segunda etapa do projeto “99 Mais Mulheres”, iniciado em 2019, que já teve outros desdobramentos em 2021 e promove iniciativas para trazer mais segurança, liberdade e autonomia para motoristas parceiras e passageiras. Todas as iniciativas voltadas ao projeto podem ser vistas na página oficial https://99app.com/maismulheres/.

Os espaços urbanos traduzem o esquecimento de figuras femininas na sociedade. Enquanto 60% da população brasileira é formada por mulheres , somente 20% dos nomes de ruas são de personalidades femininas . Além disso, as cidades não são projetadas pensando na liberdade e na mobilidade delas. Com esta campanha, a 99 quer ir além das iniciativas práticas já tomadas pela empresa e estimular a sociedade a debater esta realidade e o direito das mulheres de viverem em locais inclusivos, seguros e amistosos. 

O filme principal reflete o experimento desenvolvido pela empresa de tecnologia voltada à mobilidade urbana e pela CP+B Brasil, realizado em São Paulo, no final do mês de outubro e liderado majoritariamente por mulheres. O material, ainda, foi produzido e dirigido por equipes femininas das produtoras Damasco e Pingado (áudio). 

Participaram da vivência cinco mulheres de profissões e classes sociais distintas, com experiências de vida importantes para a discussão do tema. Levadas separadamente a salas de imersão, elas assistiram a projeções de imagens de praças, avenidas e elementos urbanos que homenageiam apenas homens. A câmera mostra as reações delas ao saber que, para cada espaço público no Brasil que destaca uma mulher, há quatro que cultuam homens e que apenas 35% das carteiras de motoristas expedidas no Brasil pertencem a mulheres.

Na etapa seguinte, as participantes foram reunidas para assistir  a depoimentos de mulheres que já estão transformando esse espaço e tornando as ruas mais femininas, as motoristas parceiras da 99. Em seus relatos, elas mostram os obstáculos que tiveram que superar para ocupar espaços predominantemente masculinos e como a atividade influencia a autoestima de cada uma e a maneira como enxergam a cidade. 

O filme encerra convidando o público a refletir sobre a necessidade das cidades contarem mais histórias de mulheres e se tornarem mais femininas, destacando as iniciativas do programa  99 Mais Mulheres voltadas para este objetivo, como: a parceria com o projeto Justiceiras, que disponibiliza um botão dentro do app para mulheres vítimas de violência doméstica buscarem acolhimento e orientação; a doação de corridas para às Delegacias das Mulheres; a ferramenta 99Mulher, que permite às motoristas atenderem apenas passageiras,  e o +Mulher360. A íntegra do vídeo realizado no experimento será publicada nas páginas da 99 no Facebook e YouTube.

“No momento que recebemos o briefing deste projeto, entendemos a nossa grande responsabilidade dentro do território de empoderamento feminino”, afirma Milena Braune, diretora de contas da CP+B Brasil. “Cidades mais femininas são cidades melhores para todos. Esta é uma campanha cuidadosa, que envolveu muita pesquisa, casting criterioso e que nos dá muito orgulho.”

“O debate por cidades mais inclusivas e seguras para mulheres passa pela representatividade. Ao ver os nomes de outras mulheres homenageadas por suas histórias, queremos encorajá-las e inspirá-las a conquistarem qualquer espaço. E esse debate é o pontapé inicial para incentivarmos o fortalecimento de redes de apoio, essenciais para combater situações enfrentadas diariamente por cada uma de nós e para criarmos ambientes mais empáticos para todas as pessoas”, diz Juliana Biasi, diretora de Marketing da 99.” 

A diretora de marketing, ainda, observa que: “O que se iniciou como ação pontual da 99 e como nosso próprio posicionamento de marca, se tornou uma bandeira, um compromisso que reverberamos em diversas frentes. O direito à acessibilidade de ações empreendedoras, à mobilidade segura para trabalhar e se divertir deve abranger todos os corpos femininos, sejam elas passageiras, motoristas parceiras ou funcionárias da companhia, conclui Juliana Biasi.

A ação estreia no dia 5/11 e é composta pelo vídeo manifesto por um filme de 2 minutos, que se desdobrará em versões menores, e será veiculado nas principais emissoras da TV aberta e nas redes sociais do aplicativo. Também está prevista a participação de influenciadoras que atuam no universo feminino, na cultura e na acessibilidade, com inserções em publicações e canais de conteúdo voltados ao público feminino e na luta pelos direitos das mulheres, além de merchandising e outros formatos em várias plataformas. 

 

Ficha técnica:

Título: Mais Mulheres – Experimento

Agência: CP+B

Cliente: 99

Produto: Institucional

CCO: Marcos Medeiros e André Kassu

Direção de Criação: Thiago Lins

Criação: Mariah Assis, Luciana Viana, Victor Meira e Karen Lopes

RTVC: Ana Paula Casagrande, Moema Porro, Maryana Orru, Julia Oliveira e Fernando Miranda.

Estratégia e Dados: Lissa Magnago, Beatriz Santos, Rafaella Robba, Thaina Freitas e Rafael Lavor.

Atendimento: Miriã Ferreira, Adrielly Gutierres, Thiago Barboza, Luccas Pinheiro Sá, Wilson Negrini.

Mídia: Andrea Ferreira, Roberta Duarte, Luana Brito, Rodrigo Medeiros, Vitor Botelho, Anderson Oliveira e Michael Azevedo.

Projetos: Nathalia Beividas, Fernanda Wolff e Caroline Borges

 

PRODUÇÃO

VÍDEO

Produtora de Filmes: Damasco

Direção: Adriana Yañez

Produtores executivos: Elaine Salles e Carlos Righi

Head Atendimento / Senior Producer: Sheila Souza

Atendimento: Thiago José

Coordenação de Produção: Rica Ferrer

Assistente de coordenação: Thais Campos

Assistente de Direção: Renata Amaral

Diretor de Fotografia: Felipe Hermine

Diretor(a) de Produção: Luh Moreira

Coordenação de pós-produção: Chiquinho Ruiz

Montagem: Fernanda Krajuska  e Diogo Ekizian

Finalizador: Chiquinho Ruiz

Finalização: Damasco

ÁUDIO

Produtora: Pingado Áudio

Direção Musical: Will Bone

Produção Musical e Arranjo: Silvanny Rodriguez (Sivuca)

Mixagem: Lucas Weingaertner

Atendimento: Guilhermina de Paula e Lu Novelli

Produção Executiva: Lu Novelli

Aprovação pelo cliente: Juliana Biasi, Giovanna Cassettari, Erika Aredes, Karinna Reis, Melina Ferretti, Mariana Araujo, Julia Mashki, Cleber Paradela e Mario Raposo.